segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Festival de Cinema oferece R$ 30 mil reais em prêmios para os classificados na edição 2010

O 5º Festival Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões é uma mostra nacional de cinema e vídeo com atenção especial para as produções cinematográficas produzidas em Pontos de Cultura e de produções independentes. O festival acontecerá entre os dias 16 e 20 de novembro.

Na edição 2010 irá oferecer 30 mil reais em prêmios para os filmes selecionados nas categorias de longa e curta metragens de produtoras independentes e de Pontos de Cultura de todo o Brasil. Os filmes de longa-metragem selecionados receberão por sua exibição um prêmio de R$ 2.000,00 (dois mil reais) cada, já os filmes de curta-metragem receberão por sua exibição um prêmio de R$ 500,00 (quinhentos reais).


No evento haverá além da mostra competitiva mais três mostras não-competitivas: Brasil Contemporâneo com filmes da Programadora Brasil, A Era da Chanchada relembrando os 20 anos de alegria da nossa história cinematográfica e a mostra Espanha – Em Verde e Amarelo, uma parceria com a Cinemateca da embaixada Espanhola. Os filmes destas mostras não serão premiados.

O Festival tem como apoio a Petrobras e tem o objetivo de divulgar, exibir e premiar obras audiovisuais de curtas e longas-metragens de ficção ou documentários, apresentando uma parcela significativa da recente produção brasileira; formar uma platéia consciente, com reunião de profissionais de cinema discutindo questões pertinentes ao tema, promovendo encontros, seminários, debates, oficinas, palestras, cursos de formação teórica e prática, além de contribuir para difusão das obras selecionadas.

As inscrições para a competição e todas as atividades paralelas do 5º Festival Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões são gratuitas e acontecem até á 20 de setembro de 2010.

CONFIRA O REGULAMENTO E A FICHA DE INSCRIÇÃO

Regulamento
Ficha de Inscrição

Mais Informações
www.escalet.com.br
www.cinemadossertoes.com
www.rededeleitura.org
grupoescalet@yahoo.com.br
cinemadossertoes@yahoo.com.br

Telefones
+55 (89) 9978 6996
+55 (89) 9997 0006
+55 (89) 9973 3228

Ligiane Duarte
Ass. de Imprensa/comunicação do Festival de Cinema dos Sertões
(89) 9997 0006/9418 8488

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais do Mato Grosso do Sul realiza Mostra de vídeos ambientais em Campo Grande – MS

 

No dia 23 de agosto de 2010 a Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais do Mato Grosso do Sul (AESA – MS) realizará a Mostra de Vídeos Ambientais “Circuito Tela Verde” em Campo Grande.

A AESA – MS participou da primeira edição da Mostra (2009) realizando o Circuito Tela Verde em parceria com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, durante a 1ª Mostra de Soluções Sustentáveis. Nesta segunda edição, a Associação firmou parceria com o Instituto Mirim de Campo Grande, entidade civil sem fins lucrativos, que tem como objetivo preparar adolescentes para o primeiro emprego, reforçar o interesse pelos estudos e propiciar o aprimoramento do pensamento crítico. A Mostra de Vídeos Ambientais está incluída na programação da Semana de Educação para a Saúde, evento do próprio Instituto, que acontece de 18 a 24 de agosto.

No dia 23 de agosto, segunda-feira, serão exibidos vídeos ambientais relacionados ao consumo sustentável e com foco para o público jovem. Após as exibições haverá um bate-papo com a presença dos engenheiros ambientais: Ana Maria Almeida Rosa, Ariel Ortiz Gomes, Lafaiette Silva Oliveira, Robson C. dos Anjos e Thiago Pereira Vieira.

Serviço:

II Mostra de Vídeos Ambientai Circuito Tela Verde (http://circuitotelaverde.blogspot.com/)
Local: Instituto Mirim de Campo Grande
Data: 23 de agosto de 2010
Horários: 7:15 – 8:40h (1ª sessão) e 13:15 – 14:40h (2ª sessão)

Realização: Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais do Mato Grosso do Sul, AESA – MS
Contato: Eng. ambiental Ana Maria Almeida Rosa, 67 8421-1898

Porto Velho no II CTV

 

Programação do II CTV na Difusão Cultural de Atibaia

 

 

Faculdade Pitágoras realiza mostra comentada do II CTV

 

 

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Circuito Tela Verde na PUC Minas em Arcos


A PUC Minas em Arcos iniciou hoje, dia 24, no auditório do campus, a 2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde.

A Universidade recebeu alunos do Ensino Médio da Escola Estadual da Vila Boa Vista, que assistiram documentários com abordagens ambientais.

Além das

exibições, os alunos puderam debater com o funcionário da PUC Minas em Arcos Rolando Alves, sobre questões relacionadas às condições do ambiente da cidade de Arcos e região. Rolando Alves representa a Universidade no projeto Nas Ondas do São Francisco e realiza pesquisas voltadas aos processos ambientais na região.



Na sequencia, o técnico do laboratório de TV da unidade, Wender Salviano, que também participa do projeto Nas Ondas do São Francisco, destacou a importância de vídeos produzidos pelos próprios alunos para estimular o envolvimento da comunidade em favor da educação ambiental.

A professora Liliane Cecília de Miranda acompanhou a turma e considerou a mostra como uma forma de incentivar e educar a população por meio de realidades mostradas pelos documentários.

“É uma iniciativa excelente, que convida a todos os participantes a refletirem sobre como podemos colaborar com o nosso ambiente, além de despertar ações e ideias aos alunos”, considerou.

A exibição do Circuito Tela Verde continua na PUC Minas em Arcos nos dias 25 e 26, no auditório do campus, com a presença de outras escolas da cidade.
 

Departamento de Cultura do Município de Mari/PB no II CTV



O Departamento de Cultura do Município de Mari/PB, tem a honra de CONVIDAR Vossa senhoria e família, para participar da exibição de abertura da 2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – CIRCUITO TELA VERDE.

Organizado em conjunto pelas Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, por meio do Departamento de Educação Ambiental do MMA, e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, o Circuito Tela Verde é uma ação de educomunicação em sintonia com os princípios do Programa Nacional de Educação Ambiental.




PROGRAMAÇÃO:

19:30 Hs. - Abertura
19:40 Hs. – Palestra com Luiz Fernando Ferraz (cineasta/publicitário)
20:00 hs. – Exibição de vídeos:

Sid Sementinha - 6’30’’

Ciente de seu compromisso com a preservação ambiental o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Ma­terial Elétrico de Caxias do Sul, através da sua Comissão de Meio Ambiente, lança este importante trabalho voltado para crianças que têm como objetivo servir para uma reflexão so­cial a respeito da necessidade dese preservar o Meio Am­biente e garantir um futuro melhor às próximas gerações. O vídeo apresenta o personagem Sid Sementinha, protagonista deste vídeo, que dá dicas de como preservar o Meio Ambien­te no dia-a-dia. O vídeo foi produzido especialmente para um público infantil de 3 a 10 anos e trata situações cotidianas da relação das crianças com sua família, cidade e escola, sempre mostrando exemplos de ação sem prejudicar o Meio Ambiente.

Elos da Água - 9’

O vídeo “Elos da Água” foi criado com o objetivo de sensibi­lizar autoridades, estudantes e público em geral, para o pro­blema da diminuição da quantidade de água de nascentes, córregos e rios, provocada pela falta de planejamento no uso e ocupação do solo. O processo de recarga dos mananciais é apresentado de forma bastante didática, intercalando-se ilus­trações com entrevistas de especialistas e depoimentos da comunidade. Os municípios filmados são das Bacias Hidro­gráficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí- PCJ, mas trata-se de um problema que se estende por diversas regiões do Brasil e do mundo.

LOCAL : Câmara Municipal de Mari
DIA : 20 de agosto de 2010 (sexta-feira) às 19:30 Hs.
  

MMA e MinC lançam, nesta semana, o II Cine Ambiente: Consumo Sustentável e Biodiversidade em um minuto

 

Clique na imagem para aumentar

Será lançado nesta quarta-feira (25) o 2° Edital de Curtas de Animação Cine Ambiente: Consumo Sustentável e Biodiversidade em um minuto.

A iniciativa é resultado da parceria entre o Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente e da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e premiará as dez melhores propostas com R$ 20 mil cada, para a produção dos curtas. A parceria busca o incentivo à produção de obras audiovisuais que, além de chamar a atenção dos consumidores sobre a importância de se desenvolver novos padrões de consumo, contribuem para a formação de uma cidadania ambiental que os mobilize para a questão da biodiversidade.

As obras irão compor a Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – Circuito Tela Verde, terão veiculação nas emissoras de TVs públicas, além de ampla divulgação.

O evento de lançamento do edital acontecerá durante o “Seminário de Comercialização de Formatos de Curta Duração - Curta & Mercado”, do 21° Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, que acontecerá na Cinemateca Brasileira, no dia 25 de agosto, às 18 horas.

O edital poderá ser consultado nos sites dos ministérios do Meio Ambiente e da Cultura.
  

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

INCRIÇÕES PRORROGADAS - Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente

 
Inscrições Prorrogadas até o dia 17 de setembro de 2010.

Podem participar: Ongs, sindicatos, associações comunitárias, instituições de pesquisa privadas, lideranças e Municípios.

Inscrições: Podem ser realizadas pelo correio (Sedex) ou pela Internet.
Para maiores informações acesse: www.mma.gov.br/premiochicomendes
E-mail: premiochicomendes@mma.gov.br
Telefone: (61) 2028.2078/2093

Prêmio: R$ 28.000,00 em espécie, valor sobre o qual serão cobrados todos os tributos previstos em lei.

Pedimos a gentileza de colaborarem com a ampla DIVULGAÇÃO DO REGULAMENTO entre aqueles que, pelo seu trabalho em defesa da Amazônia, se enquadrem nas categorias a serem premiadas.

PARTICIPE!!!

Cordialmente,

Comissão Organizadora
PRÊMIO CHICO MENDES DE MEIO AMBIENTE
MMA - Ministério do Meio Ambiente
(61) 2028-2078 / 2093
  

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Sala Verde Conscienciarte no II CTV

 


AGENDA CIRCUITO TELA VERDE

Data: Segunda- feira- : 23/08/10 - 14:00

Local: Centro Educacional Conscienciarte, rua Bento Pereira Mundim Nº 23 - Centro Paracatu- MG

Contato: Claudirene Rodrigues - 36718008

Publico: Projeto Adolescente Aprediz – 40 ALUNOS
Filmes: Jardim Botânico- 13'27''. DVD 4

Informações: http://salaverdeconscienciarteptu.blogspot.com/

Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal - FNDF, em parceria com o FNMA/MMA e DFLOR/SBF/MMA, lança Chamadas de Projetos

  
Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal - FNDF, em parceria com o FNMA/MMA e DFLOR/SBF/MMA, lançou na última quinta-feira, dia 12/08, suas quatro primeiras Chamadas de Projetos.

As Chamadas visam à caracterização da demanda por capacitação e assistência técnica para o incremento na produção de sementes e mudas de espécies nativas para restauração florestal da Mata Atlântica, bem como para o fortalecimento do manejo florestal na Caatinga e na Amazônia.

O prazo para recebimento dos projetos é 12 de setembro, sendo que sua elaboração deve ocorrer em formulários específicos, disponibilizados pelo FNDF.

A operação do FNDF para 2010, conforme seu Plano Anual de Aplicação Regionalizada - PAAR-2010, não prevê o repasse de recursos financeiros às instituições proponentes (públicas e privadas sem fins lucrativos) e sim a disponibilização direta de produtos e serviços aos projetos selecionados. Ou seja: o FNDF selecionará beneficiários (apresentados nos projetos) para o fornecimento de capacitação e assistência técnica. Em seguida, por meio de licitação pública, contratará instituições para o fornecimento dos produtos e serviços aos beneficiários selecionados.

As informações referentes ao FNDF (Chamadas de Projetos, Formulários , Perguntas mais frequentes) estão disponíveis no sítio do Serviço Florestal Brasileiro (www.florestal.gov.br), mais precisamente nos seguintes endereços:

FNDF - http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=95&idMenu=7383
Chamadas 2010 e Formulários - http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=95&idMenu=7383&idConteudo=10274

Perguntas mais frequentes - http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=95&idMenu=7383&idConteudo=10275

Solicitamos apoio na divulgação das Chamadas, seja encaminhando informações para sua lista de contatos (em especial para prováveis proponentes), seja em eventos relacionados aos objetos das Chamadas.

Logo abaixo, disponibilizamos, de forma resumida, o conteúdo das Chamadas.

Atenciosamente,

Equipe FNDF/GEFF
fndf@florestal.gov.br

__________________________


Chamada Pública Nº 1/2010 - FORTALECIMENTO DA PRODUÇÃO DE SEMENTES DE ESPÉCIES FLORESTAIS NATIVAS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL DA MATA ATLÂNTICA NA REGIÃO NORDESTE
OBJETIVO - Selecionar coletores e produtores de sementes de espécies florestais da Mata Atlântica da região Nordeste brasileira para recebimento de capacitação e assistência técnica visando o fortalecimento da produção e da oferta de sementes para a restauração florestal da região.
PÚBLICO-ALVO - Coletores ou produtores de sementes de espécies florestais nativas da Mata Atlântica, que realizem suas atividades de coleta na região Nordeste brasileira e cuja destinação das sementes seja, prioritariamente, a produção de mudas para restauração florestal, recuperação de áreas alteradas e replantios de Áreas de Preservação Permanente e Reservas Legais, de acordo com o disposto no Código Florestal (Lei No 4771/1965).

Chamada Pública Nº 2/2010 - FORTALECIMENTO DA PRODUÇÃO DE MUDAS DE ESPÉCIES FLORESTAIS NATIVAS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL DA MATA ATLÂNTICA NA REGIÃO NORDESTE
OBJETIVO - Selecionar produtores de mudas de espécies florestais nativas da Mata Atlântica da região Nordeste brasileira para recebimento de capacitação e assistência técnica visando o fortalecimento da produção e da oferta de mudas para restauração florestal da região.
PÚBLICO-ALVO - Produtores de mudas de espécies florestais nativas da Mata Atlântica, que realizem suas atividades de coleta na região Nordeste brasileira e cujas vendas ou fornecimento destinem-se a plantios de restauração florestal, recuperação de áreas alteradas e replantios de Áreas de Preservação Permanente e Reservas Legais, de acordo com o disposto no Código Florestal (Lei No 4771/1965).

Chamada Pública Nº 3/2010 - FORTALECIMENTO DO MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL DA CAATINGA JUNTO A ASSENTAMENTOS NO ESTADO DO PIAUÍ
OBJETIVO - Selecionar assentamentos de reforma agrária e do crédito fundiário da Caatinga no estado do Piauí para recebimento de capacitação e assistência técnica visando ao Manejo Florestal Sustentável deste bioma.
PÚBLICO-ALVO - Produtores familiares de assentamentos de reforma agrária e do crédito fundiário da Caatinga no estado do Piauí, que tenham interesse em promover o manejo florestal sustentável da Caatinga nos respectivos assentamentos, mediante a elaboração de Plano de Manejo Florestal Sustentável.

Chamada Pública Nº 4/2010 - FORTALECIMENTO DO MANEJO FLORESTAL COMUNITÁRIO E FAMILIAR NAS RESERVAS EXTRATIVISTAS DA REGIÃO NORTE DO BRASIL
OBJETIVO - Selecionar comunidades extrativistas das Reservas Extrativistas federais da região norte do Brasil, para recebimento de capacitação e assistência técnica voltada ao incremento da produção extrativista de produtos florestais madeireiros e de produtos florestais não madeireiros.
PÚBLICO-ALVO - Extrativistas, moradores de Reservas Extrativistas federais da região Norte do Brasil, que tenham interesse em aprimorar ou incrementar as atividades de manejo florestal, madeireiro ou não madeireiro, já em curso, de forma a ampliar os benefícios coletivos e o acesso aos mercados.
 

2º Circuito Tela Verde no Cineclube Coletivo Arte

 
O Cineclube Coletivo Arte apresenta,
na próxima 5ª feira, dia 26 de agosto, as 20hs, documentários da
2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - CIRCUITO TELA VERDE

Organizado em conjunto pelas Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, por meio do Departamento de Educação Ambiental do MMA, e Secretaria do Audiovisual Do Ministério da Cultura, com participação do Programa Cine Mais Cultura, o Circuito Tela Verde é uma das ações de educomunicação do DEA/SAIC/MMA, em sintonia com os princípios do Programa Nacional de Educação Ambiental.

Serão exibidos no dia 26 de agosto dois documentários que fazem parte da Mostra:

Da Margem ao Centro: o outro lado do desenvolvimento – 34’ – No foco do filme está a contraditória realidade das Baías de Sepetiba e da Ilha Grande, no Rio de Janeiro. O “progresso” tem colocado em risco cenários onde a natureza cultivou a beleza e o vigor das mais diversas formas de vida. A expan- são de grandes projetos privados tem colocado em risco di- reitos essenciais das populações. “Da margem ao centro – o outro lado do desenvolvimento” mostra de forma sensível a sabedoria e a simpatia de pessoas que resistem à poluição atmosférica, à contaminação das águas, ao extermínio da mata atlântica, dos manguezais e da fauna marinha. O filme denuncia, emociona e encanta ao provar que existe outro modelo de desenvolvimento possível.

Saberes Caiçaras: a reinvenção da cultura caiçara no município de Cananéia – 33' 17" – Produzido por jovens caiçaras do muincípio de Cananéia-SP, evidencia importantes aspectos da cultura caiçara com um olhar crítico e motivador. Faz um registro do diálogo entre gerações que contam como as mudanças socioambientais, culturais e econômicas afetaram e afetam os modos de vida dessa população tradicional, além de mostrar as adaptações que as comunidades desenvolveram para manter vivo e presente os saberes e fazeres caiçaras.
Após a exibição haverá pate-papo com o público presente.

SERVIÇO

2º Circuito Tela Verde no Cineclube Coletivo ArteDia - 26 de agosto
Horário - 20hs
Local - Sala Coletivo Arte
Endereço - Passeio Santa Fé - Rua Conceição, 180 - Centro - Ubatuba

(salas de aula interessadas fazer agendamento prévio)

Informações e reservas – 9178.8452 - Patrícia

Apoio Dravos Estúdio e Comunicação, Ubatuba em Revista, Supermercado Paulista, Renato Nunes Arquitetura e Urbanismo.

Parceiros Ministério da Cultura, Programadora Brasil, Sociedade Amigos da Cinemateca, Cine + Cultura, OSC Celebreiros e Summer Vídeo Locadora.

Realização – Coletivo Arte de Criação, Formação e Produção Cultural.

____________________________________
Patrícia Cabral
Produtora Cultural - Coletivo Arte
(12) 9178.8452
  

Agenda da Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana de Osório/RS com as escolas para o II CTV

AGENDA CIRCUITO TELA VERDE E ESCOLAS

16/08/10 - 10H30
Escola: CÕNEGO PEDRO - R. 16 DE DEZ.351-GLÓRIA-OSÓRIO
Contato: PATRÍCIA 97175237/36634146
Número de Alunos: 4ª A 8ª – 40 ALUNOS
Filmes: COPOS – 2’36” / JD. BOTÂNICO- 13’27” / MÁQUINAS – 2’20”

16/08/10 - 14H
Escola: CÔNEGO PEDRO - R. 16 DE DEZ.351-GLÓRIA-OSÓRIO
Contato: PATRÍCIA 97175237/36634146
Número de Alunos: 4ª A 8ª – 40 ALUNOS
Filmes: COPOS – 2’36” / JD. BOTÂNICO- 13’27” / MÁQUINAS – 2’20”

17/08/10 - 10H30
Escola: ALBATROZ - AV. STº DUMONT, 2505
Contato: CARLA E ALINE 36636001
Número de Alunos: 4ª AO ENS. MÉD. - 150 +-
Filmes: SID SEMENTINHA – 6’30” / ELOS DA ÁGUA – 09’00”

17/08/10 - 16H
Escola: ALBATROZ - AV. STº DUMONT, 2505
Contato: CARLA E ALINE 36636001
Número de Alunos: 4ª AO ENS. MÉD. - 120 +-
Filmes: SID SEMENTINHA – 6’30” / ELOS DA ÁGUA – 09’00”

18/08/10 - 11H
Escola: PANNI - RS 30, KM76 - LARANJEIRAS
Contato: ÂNGELA 36636666
Número de Alunos: 5ª Á 8ª S. - 60 AL.
PALESTRA

20/08/10 - 15H
Escola: ED. INF.STª LUZIA - R. CARLOS BRUNO FETT, 127 - STª LUZIA
Contato: MARIA APARECIDA 36017070
Número de Alunos: 3 Á 5 ANOS – 40

24/08/10 - 9H
Escola: GENERAL OSÓRIO - R.CEL. RED.PAC., 308
Contato: CLEIDE/RAMON/PATRÍCIA 36631963/36011618
Número de Alunos: 4ª Á 8ª S. - 400 AL.

24/08/10 - 18H
Escola: LARANJINHA - RS 30, LARANJEIRSAS
Contato: PATRÍCIA/RAMON 36631963/36011618
Número de Alunos: 66 PAIS

25/08/10 - 9H
Escola: GENERAL OSÓRIO - R.CEL. RED.PAC., 308
Contato: CLEIDE/PATRÍCIA 36631963/36011618
Número de Alunos: 4ª Á 8ª S. – 400 AL.

25/08/10 - 14H
Escola: GENERAL OSÓRIO - R.CEL. RED.PAC., 308
Contato: CLEIDE/PATRÍCIA 36631963/36011618
Número de Alunos: 4ª Á 8ª S. – 400 AL.

26/08/10 - 14H    
Escola: GENERAL OSÓRIO - R.CEL. RED.PAC., 308
Contato: CLEIDE/PATRÍCIA 36631963/36011618
Número de Alunos: 4ª Á 8ª S. – 400 AL.

Listagem de Kits devolvidos pelos Correios e Reenviados pelo DEA de 26/07 até 19/08/2010

 
MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL
A/C Flávio Abrão - Chefe de Setor
Rua Coronel Quirino, n° 2
Bairro: Bosque dos Jequitibás
Campinas - SP
CEP: 13025-004

Cineclube Orlando Senna
Att.: Rosa Abadia Resende
Rua Alto da boa vista n° 1
Bairro: Centro
Lençóis/BA
CEP: 46.960-000
Telefone: 75 33311069 / 71 81188444 / 75 33341144 /1245
E-mail: rilzarr@hotmail.com

PET - Ecologia
Att.: Flávio Gandara
Av. Pádua Dias, n° 11 - Departamento de Ciências Biológicas
Bairro: São Dimas
Piracicaba/SP
CEP.: 13.418-900
Telefone: 19 3371-6993
E-mail: pegabola@gmail.com

Centro de Cultura e Florestania de Plácido de Castro
A/C Regiane Ribeiro do Nascimento
Av. Epaminondas Jacome, s/n°
Bairro: Centro
Plácido de Castro- AC
CEP: 69.928-000
68 3237-1131

Associação Brasileira de Cinema e vídeo da Bahia ABCV/ABD BA
A/C: Mateus da Macena
Rua Maragogipe n° 199 Edifício Karluzi apto. 302
Bairro: Rio Vermelho
Salvador/BA
CEP: 41.940-240
(Endereço da casa do Presidente da associação)

Espaço Hugo Dylla
A/C Paróquia Santo Estanislau
Rua Alfredo Schneider, s/nº, Alto Paraguaçu - Caixa Postal 27
Itaiópolis/SC
CEP: 89.340-000

Associação Umburanas de Moxotó
A/C Maria da Salete dos Santos
Av. Castro Alves s/n°
Bairro: Centro
Ibimirim/PE
CEP: 56.580-000

Escola Municipal Raimundo Martins Viana
A/C Danielle Rodrigues Monteiro da Costa
Rodovia Augusto Montenegro s/n° Km 05
Bairro: Parque Verde
Belém/PA
CEP: 66.645-590

Projeto Crescer Sabendo
A/C Laura Souza Suriani
Av. Jucelino Kubitschek Lote 02 Quadra 5
Bairro: Jardim América
Açailândia/ MA
CEP: 65.930-000

Instituto Bahia de Guanabara – Centro de Educação Ambiental
A/C Leonardo Camacho Couto/ Débora Ferreira
Alameda São Boaventura n° 770
Bairro: Fonseca
Niterói/ RJ
CEP: 24.120-192

Projeto ETA 100 anos (enviado para residência)A/C Vilson Arruda
Rua Fernando Prates n° 58
Bairro: Dom Feliciano
Viamão/ RS
CEP: 94.410-170

Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana
A /C Cássia Almeida - Educação Ambiental
Rua Marechal Floriano, n° 1448
Bairro: Centro
Osório/ RS
CEP:95520-000

Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande (PPGEA/FURG):
Av. Itália Km 08, s/n°
Campus Carreiros - Cx Postal 474
Rio Grande/RS
CEP: 96.201-900

Viver, Produzir e Preservar
A/C Aparecida Brandão
Rua Anchieta n° 2092
Bairro: Perpétuo Socorro
Altamira- PA
CEP: 68.371-190

Prefeitura de Várzea Paulista
A/C.: Marízia Inez Gomes
Rua José Pinto de Toledo n°331.
Birro: Jardim Promeca
Várzea Paulista - SP
CEP 13223-190

Sala Verde Cabuçu/Guarulhos
A/C.: Roberto Marcondes
Rua Tapajós n° 308, apartamento 122 - Edifício Tapajós
Guarulhos/São Paulo
CEP 07.111-340

CUFA VERDE
A/C Guilherme Ribeiro
R. Hilda Bergo Duarte, 595 A, sala 03
Bairro: Centro
Dourados - Mato Grosso do Sul
CEP: 79860-020

Programa PROMETROPOLE
A/C: Elisângela da Silva Guimarães
Rua 34, n° 20, V Etapa
Bairro: Rio Doce
Olinda/PE
CEP: 53080-110

Centro Ecopedagógico Bicho do Mato. (Reenviado dia 13/08)
A/C:Nelma Maria Fernandes dos Anjos / Victor dos Anjos
Rua Delmiro Gouveia, 333, Anexo 2, Sala A301
Bairro: Bongi
Recife – PE
CEP – 50761-901

Sala Verde Caruara Parcel (Reenviado dia 17/08)
A/C: Cássia de Freitas
Av. Andrade Soares n° 150- Área Continental de Santos
Santos/SP
CEP: 11.200-990

II Circuito Tela verde (Reenviado 17/08)
A/C Ana Cristina Pinto Oliveira
Av. Lindaura Sapucaia Costa n° 267
Bairro: Centro
Capela do Alto Alegre/ BA
CEP: 44.645-000

Sala Verde Anita Mureb (Enviei e-mail dia 29/07 ainda não respondeu, telefone do cadastro – não é possível completar a chamada)
A/C: Felipe de Paula Teixeira
Rua José Pinto de Macedo, s/n° -
Bairro: Prainha.
Arraial do Cabo/ RJ.
CEP: 28.930-000.

II Circuito Tela verde (Reenviado dia 18/08)
Fórum Pró Cidadania

Rua Conde da Castanheira, n° 351 apto 202
Bairro: Amaralina
Salvador / BA
CEP: 41.900-040

II Circuito Tela verde (Reenviado 18/08)
Cine Clube Nação Brasil

A/C Cláudio Rio
Rua Gaspar Neves, n° 14 C
Bairro: Centro
São José/ Santa Catarina
CEP: 88.103-250
 

Ponto de Cultura da cidade de Miguel Pereira/RJ estará executando a Mostra entre 25 e 28 de agosto na praça da bandeira

 

2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente
Circuito Tela Verde

Programação de
25 a 28 de agosto

Resíduos Sólidos ou Lixo

Copos (2’36”)
Saindo da lixeira (46’02”)
Água
Caminho das Águas (22’07”)
Elos da água (91’)
Dia Mundial da Água (22’08”)

Conservação

Da margem ao centro (34’)
Mutum-Madeira (12’09”)
Um passeio entre contrastes (18’54”)

Perspectivas

Até quando (3’46”)
Mãe Terra (15’11”)
Máquinas (2’20”)
Semente Urbanas (1’)
Saberes Caiçaras (33’17”)

Infantil

Sid Sementinha (6’30”)
Perigos no caminho das tartarugas (8’33)

Juvenil

Detetives do Rio (7’04”)
Jovens lideranças ambientais (6’24”)
Mutum até debaixo d’água (14’25”)
Pauperiro conta o ABCerrado, a matemática (15’58”)
  

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente

 

Clique na imagem para aumentar

A FUP/UnB tem o prazer de convidá-lo a participar da

2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente.

Este é um projeto dos Ministérios do Meio Ambiente e da Cultura, que visa estimular a produção e exibição de materiais audiovisuais sobre meio ambiente no país.


Clique na imagem para aumentar

Nesta segunda edição da mostra, 50 curtas-metragens e documentários serão apresentados em mais de mil espaços exibidores em todo Brasil.

Participe!
Inscrição gratuita!

16 A 20 DE AGOSTO ÀS 17:30h
no Auditório da FUP/UnB!
 

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Mostra do II Circuito Tela verde será realizada em Hortolândia-SP na próxima semana

 

 
Clique na imagem para aumentar


Wau Marquez
Coordenador do Cine Everest
www.cineverest.blogspot.com
OCA- Organização Cultural e Ambiental
www.ocahortolandia.org.br
  

Fundo destinará mais de R$ 2 milhões para projetos florestais sustentáveis

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF), gerido pelo Serviço Florestal Brasileiro, lança, nesta quinta-feira (12/8), as primeiras chamadas para a seleção de projetos a serem apoiados com recursos do fundo. A estimativa é destinar R$ 2,2 milhões, em 2010, para ações de fortalecimento do manejo florestal.

O diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Antônio Carlos Hummel, considera que o início das operações do FNDF torna completa a estratégia promovida pela Lei de Gestão de Florestas Públicas, ao disponibilizar um fundo específico para apoio ao setor florestal. "A cooperação do FNDF com o Fundo Nacional do Meio Ambiente [FNMA], com a Diretoria de Florestas do Ministério do Meio Ambiente e com o ICMBio [Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade] foi fundamental para uma adequada concepção das chamadas e demonstra a sintonia dos diversos órgãos em torno deste novo instrumento de fomento", afirma.

Os projetos poderão ser apresentados por instituições públicas e privadas sem fins lucrativos. O prazo para entrega das propostas vai até 12 de setembro e o resultado da seleção sairá em 8 de outubro.

Ao todo são quatro chamadas, estabelecidas de acordo com as prioridades do Plano Anual de Aplicação Regionalizada para 2010, que contou com a recomendação do Conselho Consultivo do FNDF. As áreas escolhidas envolvem as regiões de atuação de três das quatro unidades regionais do Serviço Florestal. "São locais onde nossas equipes podem acompanhar e dar apoio direto às estratégias", explica o coordenador do FNDF, João Paulo Sotero.

Duas chamadas promovem as melhores práticas de produção de sementes e mudas de espécies florestais nativas para restauração da Mata Atlântica na região Nordeste. Os projetos beneficiarão os produtores de sementes e produtores de mudas com programas de capacitação e assistência técnica.

Outras duas chamadas apoiam o desenvolvimento do manejo florestal, em áreas de assentamentos na Caatinga do estado do Piauí e em Reservas Extrativistas (Resex) na região Norte. Nestas chamadas, o foco é aprimorar ou incrementar as atividades de manejo florestal, por meio da capacitação e assistência técnica.

A estratégia proposta neste primeiro ano da atuação do FNDF envolve o lançamento de chamadas para selecionar os beneficiários. Em seguida, eles serão apoiados por intermédio da participação em processos de capacitação e de assistência técnica, contratados por licitação pública para atender especificamente às demandas das comunidades.

Segundo o gerente de Fomento do Serviço Florestal, Marco Conde, este procedimento promove uma grande simplificação no acesso ao fornecer às comunidades serviços especializados especialmente contratados para apoio a suas atividades. " Com isso evitamos os processos de transferência de recursos e o peso dos seus procedimentos administrativos, que oneram principalmente as organizações menos estruturadas", afirma Conde.

FNDF - O Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal foi instituído pela Lei de Gestão de Florestas Públicas (11.284/2006) e regulamentado em maio deste ano com a publicação do Decreto Nº 7.167/2010. Sua principal fonte de recursos é a arrecadação com as concessões florestais, mas já neste ano conta com o apoio de parceiros.

Dos R$ 2,2 milhões disponíveis para as chamadas, além dos recursos originados nas concessões florestais também foram agregados recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente, da Diretoria de Florestas do Ministério do Meio Ambiente, do Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade e de emendas parlamentares.

De acordo com Sotero, com a ampliação das áreas de florestas públicas destinadas à concessão para manejo florestal, prevista para 2015, o orçamento do FNDF deve elevar-se para R$ 20 milhões por ano.

Acesse as informações sobre as Chamadas 2010

FNMA prorroga prazo para envio de projetos

O Fundo Nacional do Meio Ambiente FNMA prorrogou até 16 de agosto a Demanda Espontânea 2010, com o objetivo de atender a todos os proponentes que tiveram algum problema sistêmico ou operacional. Com recursos de R$ 3 milhões, os investimentos serão na gestão sustentável de recursos naturais, geração de renda e valorização do saber tradicional e também na recuperação de áreas alteradas e degradadas. Cada projeto poderá receber até R$ 300 mil para execução em 12 meses.

Segundo a equipe do FNMA, algumas propostas não chegaram porque o processo não foi finalizado. O FNMA alerta que, no momento do envio das propostas pelo Siconv, é obrigatório clicar em "Enviar para análise" após preencher a proposta. Caso contrário, essa não será recebida. A equipe do FNMA reforça que o prazo não será mais alterado sob pena de comprometer o cronograma de celebração de convênios e repasses de recursos. Eles informam também que as propostas já enviadas foram recebidas pelo FNMA e não estão mais sujeitas à substituição ou alteração. As regras para apresentação de propostas permanecem inalteradas, inclusive a vedação de envio de mais de um projeto por instituição. A prorrogação do prazo também se aplica às instituições públicas federais, que poderão enviar cartas-consultas pelos correios e, da mesma forma, as já enviadas não poderão ser substituídas, cabendo um único envio por instituição.

O FNMA abriu duas chamadas com temas escolhidos pelo Conselho Deliberativo do FNMA: recuperação de áreas alteradas e degradadas, especialmente aquelas localizadas em nascentes cujo manancial seja utilizado no abastecimento humano; e manejo da biodiversidade com base no desenvolvimento comunitário, em projetos voltados a iniciativas comunitárias conservacionistas protagonizadas por mulheres pescadoras, marisqueiras, quebradeiras de coco babaçu e agricultoras familiares em geral.

Mais informações: (www.mma.gov.br/fnma)

Agosto será o mês do Meio Ambiente no Cineclube UFGD

 

O Cineclube UFGD desenvolve a programação da II Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde até o final de agosto, numa realização do Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério da Cultura. A abertura foi na última sexta-feira (6) na 2ª Feira do Meio Ambiente da Escola Estadual Pastor Daniel Berg.

De acordo com o cronograma, as sessões de segunda-feira, às 14h, são especiais para as escolas, as de quarta-feira, às 12h, para quem almoça na Cidade Universitária e as de sábado, às 17h, são abertas a todos os interessados. As escolas precisam confirmar presença até a sexta-feira anterior à sessão.

Nesta segunda-feira (9), às 14h, foi exibido o filme “Saindo da Lixeira: Alma Ambiental” com a presença dos alunos do Cursinho Pré-Vestibular da UFGD, no cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1.761, Vila Progresso.


Já nesta quarta-feira (11), às 12h, o Tela Verde será na Cidade Universitária, com os filmes Árvore da vida (10 minutos), BR nas aldeias (15 minutos), Mãe Terra (15 minutos) e O Assobiador (13 minutos), no auditório de Biotecnologia, em frente ao Restaurante Universitário na Unidade 2 da UFGD.

Fechando a semana será realizada no sábado (14), às 17h, novamente a exibição do filme Saindo da Lixeira (46 minutos) e Até quando (3 minutos), dessa vez no cine-auditório da Unidade 1.

O Circuito Tela Verde envolve aproximadamente 370 cidades em 2010 e é uma mostra nacional de produções audiovisuais sobre experiências em educação ambiental, para exibição em estruturas educadoras. Utilizando metodologias de educomunicação, os filmes deverão estimular o debate nas comunidades, contribuindo para a reflexão, e trazendo uma importante contribuição para compreender como as comunidades tomam parte nos processos da gestão ambiental pública.

Cronograma dos demais dias:

16/08- Segunda-feira, às 14h
Filmes: Jardim Botânico (13 minutos), Visitação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (12 minutos) e Paupereiro conta o ABCerrado, a Matemática (15 minutos)
Local: Cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso.

18/08 - Quarta-feira, às 12h
Filmes: Bode Rei e Cabra Rainha (48 minutos)
Local: Auditório de Biotecnologia, na Unidade 2 da UFGD, Cidade Universitária.

21/08- Sábado, às 17h
Filmes: Manejo Agroecológico da Caatinga (27 minutos) e Projeto Ecoagreste (16 minutos)
Local: Cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso.

23/08- Segunda-feira, às 14h
Filmes: Caminho das Águas (22 minutos) e Elo das Águas (9 minutos), Detetives do Rio ( 7 minutos) e Comunidade Boca do Mamirauá: Um pouco da nossa vida por nós mesmos... (15 minutos)
Local: Cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso.

25/08 - Quarta-feira, às 12h
Filmes: Das margens da história às margens dos Purus... (22 minutos), Garimpo de Gassiteria (14 minutos) e A Era do Ouro (13 minutos)
Local: Auditório de Biotecnologia, na Unidade 2 da UFGD, Cidade Universitária.

25/08- Quarta-feira, às 14h
Filmes: Sid Sementinha (6 minutos), Bem de Raiz – videodiagnóstico População Rural e Ribeirinha (13minutos), Bem de Raiz – videodiagnóstico População Urbana (12 minutos), Mutum até debaixo Dágua (14 minutos)
Local: Cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso.

28/08- Sábado, às 17h
Filmes: Da Margem ao Centro: o outro lado do desenvolvimento (34 minutos) e Projeto Agroflorestal da Aldeia de Wassu Cocal (17 minutos)
Local: Cine-auditório da Unidade 1, Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso.

Mais informações

Sobre o Cineclube UFGD:
WWW.cineufgd.blogspot.com
cineufgd@gmail.com
WWW.twitter.com/cineclubeufgd
 

Cineclube UFGD abre Circuito Tela Verde na Escola Daniel Berg

 

Agosto será o mês dos filmes sobre meio ambiente no Cineclube UFGD. Essa programação especial faz parte da Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde, realizada em aproximadamente 370 cidades pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério da Cultura.

Na última sexta-feira (6), a Escola Estadual Pastor Daniel Berg promoveu a 2º Feira do Meio Ambiente e durante a noite o Cineclube UFGD levou o Tela Verde e articulou a participação do professor doutor Jairo Gaona, da Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais (FCBA/UFGD). O professor problematizou a questão da água com os alunos por meio dos filmes Caminho das Águas e Elo das Águas.


Primeiramente chamou a atenção para o uso doméstico. “Como em MS achamos que a água é abundante, não cuidamos dela, a não ser para que a conta não chegue tão cara. A água vem pela torneira e deveria ser usada para beber e tomar banho, já que esse recurso é coletado, tratado e depois distribuído para as residências, mas acaba sendo usado para lavar o chão, a calçada, os veículos e a população termina usando água demais”, disse Jairo Gaona.

Ele também destacou a importância da água para o corpo humano, formado em 70% a 80% por água, e para a economia, pelo uso na pecuária, piscicultura, agricultura e agroindústrias, como as usinas de cana, e demais setores como turismo, energia (hidrelétricas) e transporte (hidrovias).

Para finalizar, deixou uma mensagem de alerta. “Somos cidadãos com direitos e deveres sociais, políticos e econômicos. Por isso é importante fiscalizar os políticos para que eles cuidem da economia e assim do meio ambiente. Não justifica mais acabar com as florestas. Hoje a produtividade pode ser maior em áreas menores. Não temos que pensar que isso é para as próximas gerações. Isso é para nós mesmos. Quanto maior a contaminação, por exemplo, mais caro será a captação e o tratamento dessa água. Temos que ter cuidado com as nossas necessidades, se não cuidarmos da água, seremos suicidas”, afirmou.


O Circuito Tela Verde é uma mostra nacional de produções audiovisuais sobre experiências em educação ambiental, para exibição em estruturas educadoras. Utilizando metodologias de educomunicação, os filmes deverão estimular o debate nas comunidades, contribuindo para a reflexão, e trazendo uma importante contribuição para compreender como as comunidades tomam parte nos processos da gestão ambiental pública. A realização é do Departamento de Educação Ambiental da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente.

O Cineclube UFGD se inscreveu e foi aprovado para promover o Circuito Tela Verde em Dourados. As sessões serão realizadas às segundas-feiras, às 14h, para as escolas e demais interessados; às quartas-feiras, às 12h, no auditório de Biotecnologia, para quem está na Cidade Universitária; e às 17h, aos sábados, para a comunidade em geral, no cine-auditório da Unidade 1, na Rua João Rosa Góes, Vila Progresso.

Mais informações

Sobre o Cineclube UFGD:

I Mostra Ambiental da SEMMA - II CTV

  
A mostra do II CTV aqui em Vitória da Conquista ocorrerá entre os dias 16 e 20 de agosto. Contará com a participação de escolas municipais, estaduais e particulares. Teremos público desde a 5ª serie do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio.

A exibição acontecerá no espaço da Sala Verde, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, localizada na Sede do Parque Municipal Serra do Periperi. Teremos sessões nos turnos matutino e vespertino.

Os videos a serem exibidos serão Sid Sementinha; Elos da Água; Até quando; BR nas Aldeias; Perigo no Caminho das Tartarugas.

O nome da nossa atividade que receberá o II CTV é a I MOSTRA AMBIENTAL DA SEMMA.

Ludmila Araujo Coordenação do Módulo de Educação Ambiental - MEA
(77) 3422.8146 - (77) 3421.6104
  

II Circuito Tela Verde no Benedita Cineclube

 
O Benedita Cineclube realizará três sessões do Circuito Tela Verde. A primeira sessão será dia 12/08, quinta-feira às 20h30, e nas próximas duas quintas-feiras no mesmo horário.

O cineclube receberá público das escolas noturnas da cidade e está também sendo divulgado ao público da cidade em geral.

Os curtas selecionados estão no blog:
www.beneditacineclube.wordpress.com
  

Circuito Tela Verde na Sala Verde CISA

 
 

Abertas inscrições para participação no Circuito Tela Verde em Bagé

  

Iniciaram nesta segunda-feira (09/08), as inscrições para a 2ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Cultura e Ministério do Meio Ambiente, adotada pelo Departamento de Água e Esgotos de Bagé (Daeb), em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Educação e Casa de Cultura Pedro Wayne.

A mostra, que tem como objetivo principal promover, através da linguagem audiovisual, ações ligadas à conscientização ambiental, acontece entre os dias 16 e 19 de agosto, na Casa de Cultura Pedro Wayne.

No total, serão exibidos 15 curtas de produtores independentes, distribuídos conforme a temática. As inscrições para participar das exibições são gratuitas e podem ser feitas até a próxima sexta-feira (13/08) no Centro de Educação Ambiental do Daeb, através do telefone (51) 3242-7255.

Vanessa Souza - Coordenadora Sala Verde Conscientizar
 

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Divulgação no blog

  
Para divulgação das mostras dos espaços exibidores no blog, enviem e-mail para rferrao@gmail.com com um texto e fotos, filmes, folders, cartazes, etc.
  

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

CTV na Floresta Nacional de Passa Quatro

 
 Clique nas imagens para visualizar

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Caruaru inicia a Mostra do II Circuito Tela Verde esta semana

 
Clique na imagem para aumentar
 

Coleciona, revista eletrônica de educação ambiental do MMA, lança 11ª edição

 
A 11ª edição do Coleciona: fichário do educador ambiental traz em suas seções textos sobre o uso de Literatura de Cordel para se trabalhar a Educação Ambiental em salas de aula e junto a comunidades. Esse tipo de literatura tem se mostrado eficiente ferramenta quando a proposta é trabalhar a EA dentro das diretrizes da Educomunicação. Vale a pena conferir a experiência da Reserva Extrativista Arapixi, em Boca do Acre/AM, e do Programa Especial de Formação de Professores para a Educação Básica, da Universidade Federal do Maranhão.

O resultado da avaliação das Agendas 21 Locais, no Brasil, que buscou compreender como os processos se desenvolveram, compõe nessa edição. O objetivo da pesquisa foi fornecer elementos para que gestores do MMA atualizem o Programa Agenda 21, com base nos temas ambientais emergenciais que deverão ser incorporados às políticas públicas municipais. O próximo volume será um especial sobre o tema. Os participantes de processos de Agendas 21 Locais estão convidados a colaborar com textos. Os editores aceitam artigos até 7 de agosto.

O Coleciona tem o objetivo de oferecer informações para a formação de educadores ao mesmo tempo em que proporciona um espaço de troca de experiências, uma vez que seu conteúdo é 90% composto por artigos e informações enviadas por educadores ambientais.

Lançado em julho de 2008 pelo Departamento de Educação Ambiental, tem periodicidade bimestral e pode ser consultado no sítio do Ministério do Meio Ambiente ou por meio do espaço interativo: http://coleciona-ea.blogspot.com/.
  

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

UnB Planaltina esta aquecendo os motores para a exibição do II Circuito Tela Verde

 
 Clique na imagem para aumentar

Por meio do projeto de extensão universitária "Esperança Verde na FUP/UnB: um campus universitário modelo em gestão ambiental", criamos uma lógica temática para pautar a exibição a partir dos contextos etnográficos do povo brasileiro em seus múltiplos biomas e respectivas naturezas.

Clique na imagem para aumentar
  

UMAPAZ inicia o II CTV sábado

 
Iniciaremos no próximo sábado, 07 de agosto, a exibição da II Mostra circuito tela Verde na UMAPAZ. Selecionamos 29 filmes, divididos em 5 temas: lixo, agua, biodiversidade, desenvolvimento sustentável e desenvolvimento insustentável, exibidos em 04 sábados de agosto (07, 14, 21 e 28). Téremos um técnico da UMAPAZ mediando a roda de conversa sobre o tema.

 



Abraços
Cassia Domingues
Comunicação - UMAPAZ
Tel. (11) 5572-1004/9631-0877
  

O Cine Poty desta quarta exibirá os documentários Ícaraí em Ruinas e Manejo Agroecológico da Caatinga

 

Itaúna/MG no CTV

 
 

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Mostra de cinema no Colégio Atual - Recife/PE

 
A Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – CIRCUITO TELA VERDE, do Ministério do Meio Ambiente, realiza seu segundo ano de projeção com exibição no Recife. A mostra esse ano acontece no Colégio Atual de Boa Viagem, em 6 dias de exibições, num total de 11 curtas-metragem. A entrada é gratuita.

O objetivo da Mostra é divulgar e estimular atividades de Educação Ambiental por meio da linguagem audiovisual, bem como atender à demanda das estruturas educadoras por materiais audiovisuais para se trabalhar a educação ambiental, despertar a sociedade para a participação nos processos de gestão ambiental locais.

Organizado de forma conjunta pelas Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (através do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente), a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (com participação do Cine Mais Cultura), o Circuito Tela Verde é uma das ações de educomunicação, em sintonia com os princípios do Programa Nacional de Educação Ambiental.

A Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – CIRCUITO TELA VERDE realiza seu segundo ano de projeção com a participação de mil espaços exibidores cadastrados, quatro vezes o número de espaços que participaram no ano anterior (entre eles estão Salas Verdes, Instituições Articuladoras de Coletivos Educadores, Pontos de Cultura, cineclubes, pontos Cine Mais Cultura, instituições de ensino fundamental, médio e superior, associações comunitárias aldeias indígenas, entre outros.

Os locais para as exibições são escolhidos pelo Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, que tem como critério a avaliação da instituição exibidora com o tema responsabilidade socioambiental e educação ambiental. O Colégio Atual foi escolhido por desenvolver com os seus alunos programas de conscientização ambiental e dispor de especialista, laboratórios e campos de pesquisas, que fazem parte da grade curricular dos alunos. Além das exibições, a mostra também realiza palestras, que serão ministradas pelos professores do Atual.

---------------------

PROGRAMAÇÃO DE MOSTRA DE CURTAS DO CIRCUITO TELA VERDE

Parcerias: Ministério do Meio Ambiente, Colégio Atual e OSCIP Terra Lumens de preservação ao meio ambiente (OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público)

As mostras acontecem entre os dias 26 de julho a 06 de agosto (última semana de julho e primeira semana de agosto) na sala de Multimídia do Colégio Atual.

Local: Rua Mamanguape, nº 486, Boa Viagem, Recife
Informações pelo tel.: 3305-3333

---------------------

Dia 26/07/2010 / Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Ícaraí em Ruínas – 9’10 – Nesse vídeo pode-se observar o avanço do mar na praia de Icaraí, região metropolitana de Fortaleza, uma praia mundialmente freqüentada.

Mutum-Madeira – 12’09” – Antes árvores, agora tábuas. Serra gira e movimenta uma cidade feita de madeira. Quem destrói a floresta? Madeireiros: Vilões ou mocinhos? Serra que corta, serra que desmata, serra que alimenta, serra que constrói casa e sonhos.

Eco-Agreste – 16’41” – Retrata a experiência com projeto de agroecologia para o desenvolvimento familiar, relaizado pelo Movimento Minha Terra, nos municípios da Arapiraca, Feira Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa e Limoeiro de Anadia.

Haverá um debate após a mostra

---------------------

Dia 27/07/2010 / Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Saindo da Lixeira: alma ambiental – 46’02 – Conjunto José Bonifácio, Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Em meio à crise financeira mundial, o vídeo documenta o dia-a- dia da catação e coleta de resíduos, trazendo à tona o olhar, os desafios e os sentimentos das pessoas que vivem da reciclagem. Abordando a complexa problemática do lixo em São Paulo, o vídeo tem como pano de fundo a ação artística e educativa do Grupo Alma Ambiental.

Máquinas – 2’20” – O filme trata o caos do trânsito das grandes cidades. É um apelo à sociedade, mostrando a supremacia das máquinas, no caso, dos automóveis, em todos os lugares, ocupando o espaço das próprias pessoas.

Haverá um debate após a mostra

---------------------

Dia 29/07/2010 / Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Manejo Agroecológico da Caatinga – 27’18” – Vídeo que documenta ações, do Movimento Minha Terra, desenvolvidas no território do médio sertão alagoano, onde pequenos agricultores, sociedade civil organizada e poder público trabalham de forma organizada e mostra como pode ser bela a caatinga.

Um passeio entre Contraste – 18’54” – O filme apresenta a realidade de uma pequena Área Protegida municipal, com todos os potenciais, problemas e desafios. Para mostrar o que ocorre na área, utiliza a abordagem de levar o expectador a um “passeio” pelo local.

Haverá um debate após a mostra

---------------------

Dia 03/08/2010 / Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Da Margem ao Centro: o outro lado do desenvolvimento – 34’ – No foco do filme está a contraditória realidade das Baías de Sepetiba e da Ilha Grande, no Rio de Janeiro. O “progresso” tem colocado em risco cenários onde a natureza cultivou a beleza e o vigor das mais diversas formas de vida. “Da margem ao centro – o outro lado do desenvolvimento” mostra de forma sensível a sabedoria e a simpatia de pessoas que resistem à poluição atmosférica, à contaminação das águas, ao extermínio da mata atlântica, dos manguezais e da fauna marinha. O filme denuncia, emociona e encanta ao provar que existe outro modelo de desenvolvimento possível.

Elos da Água – 9’ – O vídeo “Elos da Água” foi criado com o objetivo de sensibilizar autoridades, estudantes e público em geral, para o problema da diminuição da quantidade de água de nascentes, córregos e rios, provocada pela falta de planejamento no uso e ocupação do solo.

Haverá um debate após a mostra

---------------------

Dia 04/08/2010 Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Jardim Botânico – 13’27” – Retrata o jardim Botânico de Brasília possui 4.500 há de Unidade de Conservação do Cerrado brasileiro aberto ao público. É um lugar de rara beleza do Cerrado que cerca o planalto central. Criado em 8 de março de 1985.

Sid Sementinha – 6’30” – Esse vídeo foi produzido pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul, especialmente para o público infantil de 3 a 10 anos e trata de de situações cotidianas da relação das crianças com sua família, cidade e escola, sempre mostrando exemplos de ação sem prejudicar o Meio Ambiente.

Ícaraí em Ruínas – 9’10 – Nesse vídeo pode-se observar o avanço do mar na praia de Icaraí, região metropolitana de Fortaleza, uma praia mundialmente freqüentada.

Mutum-Madeira – 12’09” – Antes árvores, agora tábuas. Serra gira e movimenta uma cidade feita de madeira. Quem destrói a floresta? Madeireiros: Vilões ou mocinhos? Serra que corta, serra que desmata, serra que alimenta, serra que constrói casa e sonhos.

Haverá um debate após a mostra

---------------------

Dia 06/08/2010 / Horário 15:30 às 16:30

Programação / Filmes:

Saindo da Lixeira: alma ambiental – 46’02 – Conjunto José Bonifácio, Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Em meio à crise financeira mundial, o vídeo documenta o dia-a- dia da catação e coleta de resíduos, trazendo à tona o olhar, os desafios e os sentimentos das pessoas que vivem da reciclagem. Abordando a complexa problemática do lixo em São Paulo, o vídeo tem como pano de fundo a ação artística e educativa do Grupo Alma Ambiental.

Máquinas – 2’20” – O filme trata o caos do trânsito das grandes cidades. É um apelo à sociedade, mostrando a supremacia das máquinas, no caso, dos automóveis, em todos os lugares, ocupando o espaço das próprias pessoas.

Haverá um debate após a mostra

---------------------
Por Thaís Fonseca
Caderno1 Comunicação Integrada
thais@caderno1.com

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Governo demite presidente dos Correios

 
O diretor de Operações dos Correios, Marco Antonio Oliveira, foi demitido do cargo depois que a eficiência da estatal foi questionada. Os Correios vêm enfrentando uma crise nos últimos meses, com atraso em entregas e contratação de franquias sem licitação.

De acordo com comentários de espaços exibidores do Circuito Tela Verde e outros postados na internet, os Correios deixaram de fazer entrega de correspondência em endereços que sempre receberam.

Talvez esse seja o motivo do atraso na entrega dos kits do Circuito Tela Verde, uma vez que o último kit foi postado pela equipe no dia 6 de junho.

Leiam matérias relacionadas nos endereços:

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/governo-demite-presidente-dos-correios-20100728.html

http://economia.estadao.com.br/noticias/not_29381.htm
  

Vídeo Índio Brasil 2010 e Circuito Tela Verde no SESC Araxá

 
Macapá integrará um circuito de 111 cidades brasileiras que irão realizar a Mostra Índio Brasil - VIB 2010. O evento será realizado através de parcecia do projeto de extensão audiovisual da Unifap (UniVercinema) com o Sesc-AP e será uma excelente oportunidade do público amapaense prestigiar o dinâmico e amplo universo indígena brasileiro. Além disso, também poderá conhecer os filmes do Circuito Tela Verde, que serão exibidos antes da VIB e participar dos debates propostos.

A VIB 2010 e a Mostra do CTV acontecerão de 31 de julho a 07 de agosto, sempre a partir das 18h, na Sala Charles Chaplin do Sesc Araxá

Veja a programação da VIB2010

Cassandra Oliveira
Analista Ambiental / ICMBio
Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque
  

Sala Verde do Museu Zoobotânico Augusto Ruschi - Muzar no II CTV


A Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – CIRCUITO TELA VERDE realiza seu segundo ano de exibição. O programa realizado pelo Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Cultura disponibiliza para as Salas Verdes e Pontos de Cultura mais de cinqüenta vídeos.

O Circuito tem como objetivo promover a sensibilização e reflexão dos públicos sobre o meio em que vivem; levar filmes sobre a temática a setores excluídos dos circuitos dos festivais de vídeos ambientais, produções  premiadas e/ou de reconhecida importância para conscientização socioambiental; e estimular a produção de materiais pelas próprias comunidades, sendo eles jovens, crianças e adultos, que conseguem olhar seu meio e traduzir, em processo educomunicativo, em linguagem de áudio e vídeo.
O Muzar através da Sala Verde Itinerante e em parceria com as Secretarias do Meio Ambiente e de Desporto e Cultura de Passo Fundo, Departamento Estadual de Florestas e Áreas Protegidas/SEMA e o Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas inicia o programa de exibição na próxima semana.



CIRCUITO TELA VERDE NO MUZAR

Como programa de férias o Muzar convida crianças e jovens a visitar o novo espaço do museu e assistir os vídeos do Circuito Tela Verde de 27 a 29 de julho de 2010. Segue abaixo a programação e as sinopses dos vídeos:

Programação

14h – Visita à exposição “Muzar conta sua História”
14h30min – Exibição Circuito Tela Verde
15h30min - Troca de Idéias
16h – Lanche Coletivo (a sugestão é de que cada participante traga o lanche para
socializar com o grupo)

Nas próximas semanas várias exibições estarão sendo realizadas para a participação de
toda a comunidade e os programas estarão sendo divulgados.

Sinopses dos Filmes



DIA 27 DE JULHO DE 2010 – TERÇA-FEIRA

- Perigos no caminho das tartarugas – 8:33 (desenho animado)
O desenho animado é um roteiro da publicação Almanaque Clubinho da Tartaruga. O conteúdo apresenta o Projeto Quelônios da Amazônia – PQA e sua trajetória, caracteriza a metodologia de trabalho e apresenta os resultados positivos para a conservação dos quelônios da Amazônia. Apresenta a proposta do Projeto Clubinho da Tartaruga por meio de um enredo literário com a turma do Clubinho da Tartaruga e dos personagens Pedoc e Nemis. Incentiva a participação infantil para as questões ambientais a partir das tartarugas.

- Jovens lideranças ambientais – 6:23
Em um projeto aprovado pela ONU, jovens tentam mudar o meio ambiente em que vivem a partir de ações comunitárias e envolventes e se tornam lideranças na comunidade onde moram.

- O copo – 2:36
O vídeo mostra um diálogo entre um copo descartável e um copo plástico, onde são contados os benefícios e malefícios de cada personagem dando ênfase ao desperdício do copo descartável.

- Até quando – 3:46
Um homem acorda, de repente, e percebe que o planeta está morrendo. Quanto tempo ainda resta?

- Caminho das águas – 22:07
Panorama da água na natureza; Como O Rio Grande do Sul gerencia suas águas; Região hidrográfica do Rio Uruguai; Região hidrográfica do Guaíba; Região hidrográfica da Bacia litorânea; Como preservar os serviços ambientais?



DIA 28 DE JULHO DE 2010 – QUARTA-FEIRA

- Detetives do rio – 7:04
O que é meio ambiente? Qual a importância da água? Qual a história do Rio Paraguai? O que as pessoas sabem sobre ele? O que eu sei sobre ele? Estes foram alguns dos questionamentos que guiaram as Oficinas de Educação Ambiental realizadas com um grupo de crianças brasileiras e bolivianas, alunas da escola Arte Moinho Cultural Sul Americano, no município de Corumbá – Mato Grosso do Sul. Um breve relato por meio de vídeos, fotos, desenhos e depoimentos, das percepções e interpretações que envolvem uma paisagem.

- Jardim botânico – 13:27
O Jardim Botânico de Brasília possui 4.500 ha. de Unidade de Conservação do Cerrado brasileiro aberto ao público. É um lugar de rara beleza do Cerrado que cerca o planalto central. Criado em 8 de março de 1985, o JBB passou por muitas reformas a fim de alcançar os objetivos almejados: ser uma área protegida do Cerrado, um espaço de pesquisa, educação ambiental e lazer para a população.

- Sid sementinha – 6:30
Ciente de seu compromisso com a preservação ambiental o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material elétrico de Caxias do Sul, através de sua Comissão de Meio Ambiente, lança este importante trabalho voltado para crianças que têm como objetivo servir para uma reflexão social a respeito da necessidade de se preservar o meio ambiente e garantir um futuro melhor às próximas gerações. O vídeo apresenta o personagem Sid Sementinha, protagonista deste vídeo, que dá dicas de como preservar o meio ambiente no dia-a-dia.

- Mutum-madeira – 12:51
Antes árvores, agora tábuas. Serra gira e movimenta uma cidade feita de madeira. Quem destrói a floresta? Madeireiros: vilões ou mocinhos? Serra que corta, serra que desmata, serra que alimenta, serra que constrói casa e sonhos.

- A árvore da vida – 10:41
A carnaúba alimenta, veste e abriga o povo Tapeba há séculos. Hoje os grandes carnaubais estão na mão de posseiros. A terra demarcada pela FUNAI ainda não foi homologada. É neste cenário conflituoso que o índio José Augusto parte todos os dias para retirar dos carnaubais o seu sustento.

DIA 29 DE JULHO DE 2010 – QUINTA-FEIRA

- Um passeio entre contrastes – 18:53
O filme apresenta a realidade de uma pequena área protegida municipal, com todos os seus potenciais, problemas e desafios. Para mostrar o que ocorre na área, utiliza a abordagem de levar o expectador a um passeio pelo local.

- Visitação Parque Nacional Chapada dos Veadeiros - 12:28
O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, criado em 1961, protege uma área de 65.514 ha. do Cerrado de altitude. São diversas formações vegetais; centenas de nascentes e cursos d'água, rochas com mais de um bilhão de anos, além de paisagens de rara beleza, com feições que se alteram ao longo do ano. O Parque também preserva áreas de antigos garimpos, como parte da história local e foi declarado Patrimônio Mundial Natural em 2001 pela UNESCO. Além da conservação, o Parque tem como objetivos a pesquisa científica, a educação ambiental e a visitação pública.

Elos da água – 9:00
O vídeo “Elos da Água” foi criado com o objetivo de sensibilizar autoridades, estudantes e público em geral, para o problema da diminuição da quantidade de água de nascentes, córregos e rios, provocada pela falta de planejamento no uso e ocupação do solo. Os municípios filmados são das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí- PCJ, mas trata-se de um problema que se estende por diversas regiões do Brasil e do mundo.

- O patrimônio natural e a degradação do rio – 8:13
Na expedição Manuelzão desce o Rio das Velhas, o Projeto Manuelzão assumiu o papel correspondente a uma agência de desenvolvimento regional com eixo na gestão ambiental das águas e no desenvolvimento sustentável. Os caiaqueiros, seguindo a sua rota fluvial executaram uma delicada costura entre os pólos municipais e as sub-bacias hidrográficas onde atua o Projeto Manuelzão.

Museu Zoobotânico Augusto Ruschi - Muzar
Universidade de Passo Fundo - UPF
Campus I - Passo Fundo - RS
(54) 3316 - 8316

Mostra do Circuito Tela Verde em Serra do Navio

 
Entre os próximos dias 06 e 10 de agosto realizaremos em Serra do Navio e em algumas de suas comunidades rurais, a segunda Mostra de Produção Audiovisual Independente do Circuito Tela Verde (CTV).

O Tela Verde é um projeto do Ministério do Meio Ambiente, em parceria com o Ministério da Cultura, que busca proporcionar espaços de interação e comunicação, com temáticas ambientais, a partir do audiovisual.

Este será o segundo ano do projeto. Em 2009 o PNMT também se credenciou como espaço exibidor e promoveu atividades de educomunicação na Escola Hermelino Gusmão, em Serra do Navio, e na Escola Família Agrícola da Perimetral Norte.

Neste ano, estamos aproveitando a frutífera parceria que inauguramos com a Universidade Federal do Amapá e vamos realizar as mostras nas escolas que estão participando do Curso de Pedagogia de Projetos em Temas Ambientais, nas comunidades de Colônia de Água Branca, Cachaço, Pedra Preta e Perpétuo Socorro. No dia 07, sábado, faremos uma mostra do Tela Verde na praça central de Serra do Navio, com o objetivo de envolver o público, prioritariamente jovem, que frequenta este espaço de recreação local.

Além dos vídeos do Tela Verde, exibiremos ainda filmes de produção regional do acervo do Festival de Imagem-Movimento

Fonte: http://montanhasdotumucumaque.blogspot.com/2010/07/mostra-do-circuito-tela-verde-em-serra.html
 
     .

Mostra de Produção Audiovisual Independente do Cala-Boca Já Morreu e Instituto GENS de Educação e Cultura

 
O Projeto Cala-boca já morreu e o Instituto GENS de Educação e Cultura convidam para a Mostra, que tem como tema as produções independentes de cinema ambiental.

A sessão integra as atividades do Circuito Tela Verde, uma proposta do Ministério do Meio Ambiente para exibição de vídeos feitos por comunidades de todo o país.

Vamos assistir e conversar sobre as produções!

30 de julho - próxima sexta-feira, às 20h
Rua Rego Freitas, 454 - sala 23
São Paulo/SP
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO

Comunidade Boca do Mamirauá: um pouco da nossa vida por nós mesmos... - 15’20’’
Retrata alguns aspectos do cotidiano de uma comunidade ribeirinha da Amazônia, a maior floresta tropical do mundo. Os temas tratados são: a cheia de 2009, uma das experiências mais difíceis por que passaram desde que se fixaram no local; a mudança da sede do Chapéu da Palha, um espaço dedicado à venda do artesanato produzido na própria Comunidade; e por fim, a Rádio Comunitária, um importante instrumento de Comunicação para os ribeirinhos da região.
Quem conta essa história são os próprios moradores da Comunidade Boca do Mamirauá, que fica na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas.

Da Margem ao Centro: o outro lado do desenvolvimento - 34’
No foco do filme está a contraditória realidade das Baías de Sepetiba e da Ilha Grande, no Rio de Janeiro. O “progresso” tem colocado em risco cenários onde a natureza cultivou a beleza e o vigor das mais diversas formas de vida. A expansão de grandes projetos privados tem colocado em risco direitos essenciais das populações. “Da margem ao centro - o outro lado do desenvolvimento” mostra de forma sensível a sabedoria e a simpatia de pessoas que resistem à poluição atmosférica, à contaminação das águas, ao extermínio da mata atlântica, dos manguezais e da fauna marinha. O filme denuncia, emociona e encanta ao provar que existe outro modelo de desenvolvimento possível.

Mãe Terra - 15’11’’
A cultura Tapeba enfrenta há quinhentos anos formas compulsórias de contato com a civilização e suas políticas camufladas de escravização e etnocídio. Quais os desafios que o conhecimento tradicional tem diante de valores atuais? A força do toré, das ervas medicinais e das rezas pode ser a resposta.

Histórias e “Causos” da Beira do Rio - 7’
Durante quase trezentos anos, o Rio das Velhas foi a principal estrada de Minas Gerais. A transmissão das lendas e das culturas antigas se realizavam às margens dos rios. Sua transmissão permanece até hoje por meio da história oral, passada de geração a geração.

Máquinas - 2’20’’
O caos do trânsito das grandes cidades. É um apelo à sociedade, mostrando a supremacia das máquinas, no caso, dos automóveis, em todos os lugares, ocupando o espaço das próprias pessoas.

Mutum até Debaixo D’Água - 14’25’’
A construção de uma barragem. Jovens empunham câmeras e realizam um filme antes do alagamento:
viram os olhos para seu próprio universo em busca de patrimônios perdidos, histórias escondidas e expectativas do futuro de uma cidade que em breve estará submersa.

O Assobiador - 13’59’’
Diante do maior empreendimento do Estado do Ceará, o povo Anacé resgata sua história, fortalece suas raízes e enfrenta preconceitos na defesa de sua identidade, de seu território, de sua fauna e flora e de seus encantados. Pisa no chão com força e com fé. Índio guerreiro é o índio Anacé.